Érika & Guilherme

sexta-feira, novembro 04, 2016

Histórias de amor são uma delícia, especialmente quando se tem a oportunidade de acompanhá-las de perto e vibrar com esse fenômeno maravilhoso. Érika e Guilherme são meus afilhados de casamento e Guilherme é o ser que despertou meu lado maternal, apesar do fraternal prevalecer na maior parte do tempo com confusões dramáticas e reconciliações repentinas, garantidas na gargalhada do minuto seguinte. Casar o irmão caçula é o tipo de emoção que mistura euforia com "tomara que dê tudo certo"! 
O local da cerimônia foi em um dos pontos mais emblemáticos de Brasília, o primeiro templo religioso da capital, a famosa e simpática Igreja de Nossa Senhora de Fátima, ou Igrejinha para os íntimos. Os azulejos de Athos Bulcão são tão incríveis que deixariam qualquer opção de backdrop (fundo para a mesa) no chinelo.
Se está se perguntando como conseguimos planejar o casamento à distância, não tenha dúvidas, a conexão Rio x BSB foi um desafio! Sorte a minha ter uma cunhada tão comprometida e uma família que colaborou e dedicou o tempo que podia para fazer acontecer.
A paleta de cores azul e amarela, foi pensada com o propósito de unir a igreja à decoração, como se uma fizesse parte da outra. O evento foi ao estilo "bolo e champagne" por conta da verba curta e a vontade de se casarem logo! Nem por isso deixamos o charme de lado, caprichamos dentro do budget limitado e os noivos também contaram com ajuda dos padrinhos, que puseram a mão na massa para preparar todos os docinhos - deliciosos, por sinal! 
Algumas peças foram garimpadas da casa da vó, ajudando a poupar um pouquinho. Aproveitamos as cadeiras da própria Igrejinha e por dentro quase não foi preciso decorá-la, pois a beleza dela fala por si só, além de ser minúscula e qualquer arranjo a mais comprometeria a circulação dos convidados.
É aquele velho ditado: "quem tem amigo, tem tudo". E tem mesmo! O cortejo foi ao som de Gabriel Correa, que presenteou o casal com músicas fofas, como Marry You de Bruno Mars na entrada do noivo e deixou a atmosfera de amor ainda mais intensa e divertida. Música mexe com a gente, né? Essa parte é super importante e merece todo cuidado também. 
A partir de agora, o dia 5 de março terá um gostinho especial para toda nossa família, que participou ativamente dos preparativos, que vibrou e se descabelou junta, que se uniu ainda mais. Uma data que quebrou protocolos com o jeito alegre, simples e grato dos noivos, que formou um forte elo entre os envolvidos que se doaram com tanto carinho, deixando um pouco de si naquele dia, e que ficará marcado para sempre em nossas melhores lembranças, porque esse sonho foi sonhado junto.

Com amor,
Gabi Elmokdisi

Fotos do também amigo André Kazuo

Você também pode gostar

2 comentários

  1. Oieeee! Aqui é a noiva falando, hahahaha!
    Não tenho palavras para descrever a felicidade que tudo isso me proporcionou, casar já mexe com os nossos sentimentos, mas casar com a presença significativa da família e dos amigos não tem preço, todo o empenho e dedicação de cada um foi fundamental para esse sonho se tornar realidade e o trabalho da cunhadinha Gabriela foi simplesmente indescritível. Tudo foi planejado por ela nos mínimos detalhes, e fez com que tudo fosse bem a nossa cara, amei muito, estava tudo muito lindo, feito com muito carinho e profissionalismo, quando cheguei na igreja quase não acreditei no que estava vendo, porque a gente pensa e idealiza uma coisa no papel, mas quando vemos aquilo se tornar real é surpreendente. Então o que eu tenho a dizer é muito obrigada por fazer desse dia ainda mais especial e obrigada por me fazer relembrar desse dia com esse post tão lindo, sentimento de gratidão que não cabe dentro de mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que amor! A gente te ama. Obrigada por tudo!

      Excluir

Facebook

Instagram

Subscribe